FREAMUNDE - ÁGUIAS DE EIRIZ, 0-2

Desporto Futebol SC FREAMUNDE CD ÀGUIAS DE EIRIZ

TAÇA CAPITAL DO MÓVEL

.Águias de Eiriz vence em Freamunde

Foto Rui Silva

Freamunde, 0 - Águias de Eiriz, 2

 


Jogo em Freamunde.
Árbitro: José Oliveira auxiliado por Rodrigo Monteiro e Ricardo Silva.

 

Freamunde: Leitão, Edgar, Simão, Pedrinho, David Camelo, Tiago, Carlos Tiago, Henrique, Marcelo, Brandão e Quim.
Suplentes: Fábio, Machado, Ribeiro, Cancela, Paulo Ricardo, Gerson, Pedro Francisco, Gil e Honorato.
Treinador: Ricardo Pacheco
Águias de Eiriz: Freitas, Vítor Leão, Pedro Joel, Hélder, Tiago, Sousa, Edu, Paulo Ferreira, Artur, Leozinho e Reguenga.
Suplentes: Vítor Sousa, Pedro Coelho, Egidio, Souza, Cardoso, Saulo, Leo, Rafa e Cristiano.
Treinador: Orlando Teixeira.


Ao intervalo: 0-1.
Marcadores: Paulo Ferreira (42', g.p.) e Leozinho (65')

 

.Águias de Eiriz vence em Freamunde

 


 O Águias de Eiriz entrou melhor no encontro, com mais posse de bola e a controlar o jogo, mas sem criar grandes oportunidades de golo.
Aos 28' Leozinho remata forte para defesa incompleta de Leitão.


Nos últimos 15 minutos da primeira parte o Águias de Eiriz aumentou a pressão e começou a ser mais perigoso no ataque.
Aos 37' Sousa remata de fora da área à barra da baliza de Leitão

.
Aos 42' Edu entra na área, é agarrado e cai, o árbitro assinala grande penalidade, convertida por Paulo Ferreira.
Aos 44' cruzamento de Sousa e Reguenga em boa posição cabeceia por cima da barra.

 

Na segunda parte o Águias de Eiriz consegue chegar ao segundo golo, cruzamento de Cardoso e Leozinho à entrada da pequena área remata para o 0-2.
Até final a equipa de Eiriz controlou bem …

ASSINE GAZETA DE PAÇOS DE FERREIRA


No final as equipas marcaram grandes penalidades para se for necessário o desempate no final dos grupos, o Águias de Eiriz venceu 4-3.

 

Opinião

Opinião

O sindicalismo policial e o direito à greve

19/05/2024

Opinião

CXXV – A Lei sobre Política Criminal (x)

19/05/2024

Opinião

A História do Terreno do SC Freamunde

18/05/2024

Opinião

“Já se pode tomar um fôlego, padre Martins”

18/05/2024