Por
Gazeta Paços de Ferreira

28/11/2022, 0:00 h

572

DIVISÃO ELITE | FREAMUNDE - LOUSADA, 3-1

Desporto Futebol

FREAMUNDE DOMINA CLÁSSICO FRENTE AO LOUSADA

DIVISÃO ELITE PRÓ-NACIONAL AFP – 2022/2023

12ªJornada

Domingo, 27 de novembro 2022, 15h00

Complexo Desportivo do SC Freamunde


SC FREAMUNDE, 3
AD LOUSADA, 1

SC Freamunde: Flávio Brandão, Huguinho, Xandão, Nuno Monteiro (Vieira, 40’), Carlão (Diogo Martins, 82’), Pedro Vaqueiro, Sousa (Branco, 82’), Edu, Rafinha (Migas, 82’), Guzman (Henrique, 45’) e Polo.

Treinador: Tonanha

 

AD Lousada: Chiquinho, Padeiro, Diogo Pereira, Dani Nogueira, Batista (Tiago, 76’), Moreira, Luís Cunha (Ricardo Barros, 60’), Pedrinho (Martins, 34’), Meireles (Faria, 82’), Rafinha e Moreno (Paulo, 82’).

Treinador: Pedro Vilaça

 

Árbitro: Fábio Silva

 

Resultado ao Intervalo: 2-0

 

Marcadores: Polo (8’), Nuno Monteiro (24’) e Rafinha (53’); Dani (81’, g.p.)

FREAMUNDE DOMINA CLÁSSICO FRENTE AO LOUSADA

Depois de uma vitória em Sobrado, somada nos últimos minutos, o Freamunde estava moralizado para defrontar o seu vizinho e adversário de longa data, o Lousada. Já do lado rubro-negro, a mudança de treinador trouxe o sabor da vitória, com o Pedro Vilaça no comando.
Apesar das más condições climatéricas, adeptos dos dois conjuntos compareceram em bom número, e estavam assim alinhavadas as condições para uma boa tarde de futebol.

O Freamunde entrou forte na partida, e ao oitavo minuto, Guzman escapa-se pela diretia, e oferece ao seu compatriota, Polo, o golo de abertura do marcador.

Primeiros minutos, muito difíceis para o Lousada, que se via impotente para segurar o trio atacante do Freamunde. Não foi por isso de estranhar o segundo golo. Após um canto o central Nuno Monteiro, com veia goleadora, marcou o segundo para o Freamunde.

Havia pouco Lousada, e muito Freamunde sobre o relvado, que saiu para o intervalo a vencer por apenas duas bolas.

ASSINE GAZETA DE PAÇOS DE FERREIRA

ASSINATURA ANUAL

IMPRESSA/PAPEL – 20,00 + OFERTA EDIÇÃO DIGITAL

EDIÇÃO DIGITAL – 10,00

Na segunda parte, o Freamunde regressou, de novo, muito dominador, e aos 53 minutos, o jovem Edú ultrapassou vários jogadores do Lousada, e inventou um passe mágico para Rafinha, que elevou a contagem para 3 golos sem resposta.

A partir daqui o jogo repartiu-se mais, e o Lousada haveria de chegar ao golo numa grande penalidade, após um erro do defesa do Freamunde, que, equivocando-se, agarrou a bola dentro de área, sem que o juiz tivesse parado o jogo. Dani na marca de grande penalidade, marcou o tento do Lousada.

Até final, o Lousada espreitou ainda o segundo, mas os números estavam já decididos. Vitória sem contestação, naquela que foi, muito provavelmente, a partida melhor conseguida pelos comandados de Tonanha.

Fábio Silva e a sua equipa estiveram em grande nível, num jogo em que as emoções por vezes podem descontrolar o rumo dos acontecimentos.

Próxima partida do Freamunde será no terreno do Vilarinho.

Ricardo Jorge Neto

 

 

 

Opinião

Opinião

“A NOVA DEPENDÊNCIA DO SÉCULO”

12/07/2024

Opinião

A Rotunda do Mercadona e a falta de Civismo

12/07/2024

Opinião

Serviços públicos essenciais: consumos mínimos ‘mascarados’?

11/07/2024

Opinião

Na troca de brindes: direito ou favor? Seja lá o que for, não se ‘baralhe’… o consumidor

11/07/2024