Por
Gazeta Paços de Ferreira

03/01/2023, 23:00 h

304

COMENTÁRIO MUNICIPAL | Profissão: Homem do lixo.

Comentário Municipal

No entanto, o trabalho destes Homens nem sempre tem a consideração da população. Há pessoas que não têm o mínimo respeito por este trabalho, que não é de todo fácil e ainda é dificultado por gente mal formada.

Hoje vou dar uma palavra de apreço aos homens que se encarregam da recolha do lixo Urbano.

Estes Homens, que têm a árdua tarefa de, quer faça calor, frio ou chuva, andar na rua na recolha do lixo. E fazem-no bem, não pensem que quero dizer o contrário.

No entanto, o trabalho destes Homens nem sempre tem a consideração da população. Há pessoas que não têm o mínimo respeito por este trabalho, que não é de todo fácil e ainda é dificultado por gente mal formada.

Gente que não se dá ao trabalho de abrir os contentores para  colocar os sacos fechados, simplesmente chegam e os colocam ao lado, não se importando o que tem lá dentro.

E, muitas vezes, os animais - e quando digo animais quero referir alguns que vão a esses sacos na busca de restos de comida, e por outro lado os animais humanos -  a seu bel prazer ,desatam aos pontapés aos sacos, espalhando o lixo pelas ruas sem qualquer respeito por ninguém, muito menos pelos profissionais, que têm que andar ali a apanhar à mão o lixo.

Por outro lado, há pessoas que se queixam que há poucos contentores e que não são suficientes e que, por isso, colocam fora. Fiica aqui a nota.

ASSINE GAZETA DE PAÇOS DE FERREIRA

Dizem ainda alguns restaurantes que não têm contentores e têm que se deslocar de carro à procura dos contentores livres, onde possam deixar os resíduos. No entanto, tratando-se de áreas residenciais, obviamente que enchem logo os pequenos contentores, e os moradores não podem ficar com o lixo em casa e por isso deixam - no como podem.

Contudo, quem não tem culpa disto são mesmo os homens que desempenham a sua função o melhor que podem, desde que respeitem o seu trabalho.

E por isso quero deixar aqui o meu respeito por estes homens, que, mesmo não tendo a vida facilitada, fazem o seu trabalho de recolha do lixo dos outros e aos outros eu digo: no vosso emprego sois pagos para fazer o vosso trabalho dignamente, tal como  estes profissionais, por isso cumpram o vosso dever cívico, de deitar o lixo dentro dos contentores, facilitando o trabalho dos outros.

Quem não respeita estas regras de boas maneiras, estes, sim, são considerados lixo.

Celina Pereira

 

 

 

Opinião

Opinião

O sindicalismo policial e o direito à greve

19/05/2024

Opinião

CXXV – A Lei sobre Política Criminal (x)

19/05/2024

Opinião

A História do Terreno do SC Freamunde

18/05/2024

Opinião

“Já se pode tomar um fôlego, padre Martins”

18/05/2024