Por
Gazeta Paços de Ferreira

22/04/2023, 18:00 h

994

CINEMA | FILME COM ACTORES PACENSES

Cultura

JÁ NADA SEI, de Luís Diogo

Estreia nos cinemas portugueses dia 27 de abril, incluindo nos cinemas Ferrara Plaza em Paços de Ferreira.

O filme JÁ NADA SEI, de Luís Diogo, estreia nos cinemas portugueses dia 27 de abril, incluindo nos cinemas Ferrara Plaza em Paços de Ferreira.

ASSINE GAZETA DE PAÇOS DE FERREIRA

Luís Diogo, é professor na escola Básica 2/3 de Frazão, Paços de Ferreira, há já 27 anos. Atualmente, além da sua disciplina base, Educação Visual, leciona também Teatro e Cinema, sendo os alunos desta escola os únicos do país com disciplinas de teatro e cinema no segundo ciclo.

 

 

No mundo do cinema, Luís Diogo escreveu os argumentos originais dos filmes A BOMBA (2002) de Leonel Vieira, o segundo filme português mais visto esse ano, e de GELO (2016) de Luís e Gonçalo Galvão Teles. Como realizador realizou PECADO FATAL e UMA VIDA SUBLIME, totalmente filmados em Paços de Ferreira.

 

JÁ NADA SEI venceu esta semana o prémio de Melhor Filme Estrangeiro no NYACK INTERNATIONAL FILM FESTIVAL que decorreu em Nova Iorque de 16 a 21 de abril. É já o quarto prémio de Melhor Filme Estrangeiro que o filme venceu, todos em festivais norte-americanos. Juntam-se a estes, dois prémios de Melhor filme em festivais indianos, além de prémios de Melhor Atriz, Melhor Ator, Melhor Realizador, Melhor Fotografia e Melhor Edição, num total de 13 prêmios em 30 festivais na América do Norte, América do Sul, Europa, Ásia e África.

 

TRAILER: https://vimeo.com/806465201 

 

O filme conta a história de Ricardo e Ana, um casal de trintões, escolhido para um documentário sobre casais felizes. Durante 15 dias a equipa do documentário registra depoimentos do casal, de amigos, familiares e colegas. O problema é que Ricardo se quer separar há já algum tempo, mas não tem coragem de o fazer. O documentário obriga-o a refletir sobre a relação e, na busca de respostas, envolve três amigos que demonstram opiniões diferentes sobre a sua relação e o que deve fazer. A cada nova conversa, Ricardo fica ainda mais confuso.

 

 

 Refira-se que embora no filme a ação se passe exclusivamente em Oliveira de Azemeis e Santo Tirso, grande parte do filme foi na verdade filmado em Paços de Ferreira. A maioria dessas filmagens foi em interiores, como os estúdios da Foto Óscar, por exemplo, mas houve também filmagem em exteriores. Será curioso para os Pacenses identificar os exteriores filmados em Paços de Ferreira que no filme fingem ser Oliveira de Azeméis.

 

O filme tem também no elenco vários Pacenses, com destaque para a atriz Carolina

 

ASSINE GAZETA DE PAÇOS DE FERREIRA

 

 

 

 

Opinião

Opinião

“Jerónimo, uma lenda americana”

10/04/2024

Opinião

Liberdade de expressão: até que ponto somos mesmo livres?

10/04/2024

Opinião

Ser Mulher em 50 Anos de Democracia

10/04/2024

Opinião

Já tem o seu Fundo de Emergência?

8/04/2024