Por
Gazeta Paços de Ferreira

13/05/2023, 15:00 h

406

CHAVES - PAÇOS FERREIRA, 2-0.

Desporto Futebol FC PAÇOS FERREIRA

I LIGA

Expulsão de Paulo Bernardo deu a volta ao jogo

Jogo em Chaves

Árbitro João Pinheiro (AF Braga). O VAR, Bruno Esteves (AF Setúbal).

DESP. CHAVES: Paulo Vitor; Nelson Monte, Steven Vitória, Carlos Ponck e Bruno Langa; Obiora e João Mendes, Benny, João Teixeira e Abass; Héctor.

Suplentes : Rodrigo, Luther, Sandro Cruz, Euller, Juninho, Edu, João Queirós, João Correia e João Pedro.

Treinador Vitor Campelos

P. FERREIRA: Marafona; Jorge Silva, Nuno Lima, Maracás e Antunes; Rui Pires, Holsgrove e Paulo Bernardo; Nico Gaitán, Adrian Butzke e Nigel Thomas.

Suplentes Paços: Vekic, Zé Uilton, Tiago Ribeiro, Luís Bastos, Luiz Carlos, Ferigra, Guedes, Mauro Couto e Hernâni.

Treinador César Peixoto

Ao intervalo 0-0

Marcadores Obiora (54'), João Teixeira(79')

 

 

 

O Paços Ferreira jogou esta tarde uma partida decisiva em Chaves, realizou uma excelente primeira parte que augurava um resultado positivo, mas a perda de um elemento ainda durante o primeiro período, inverteu tudo..

O Paços de Ferreira começou muito bem este jogo e logo aos três minutos por Butzke cria uma excelente oportunidade de golo, aos oito é Gaitan a proporcionar ao guardião local uma excelente defesa. Aos 16 Antunes cruza, mas o seus colegas Butzke e Gaitan não conseguem emendar.

 

ASSINE GAZETA DE PAÇOS DE FERREIRA

 

Aos 21 minutos os flavienses marcam mas o lance é anulado por posição irregular. Aos 25 acontece o mesmo com o golo de Paulo Bernardo.

Aos 33 começa talvez a "desgraça pacense", quando Paulo Bernardo recebe amarelo por falta so sobre João Teixeira.

Logo a seguir PB cria mais uma situação difícil para os locais, as aos 43 nova falta sobre o João Teixeira vale-lhe segundo amarelo e a consequente expulsão.

 

 

A jogar com 10 elementos, o Paços vai para a segunda parte diminuído e o Chaves apresenta-se mais ofensivo. Aos 51 minutos João Mendes dispara forte, Marafona consegue defender o que no minuto seguinte já não é capaz perante ObioraHobbie hora, que marca para os flavienses.

César Peixoto mexe na equipa da tentativa de dar a volta ao jogo e o Paços esteve perto de o conseguir  aos 69 minutos, quando  Maracás envia a bola ao ferro da baliza do Chaves. Continuava a reagir e aos 79 minutos o cabeceamento de Guedes bate no braço de Maracás.

Mas... logo de seguida João Teixeira marca para os flavienses e assim "arruma" praticamente a questão da partida. Jornada inglória dos pacientes que mereciam melhor sorte.

 

 

VEJA AQUI O RESUMO DO JOGO

 

fgh

mju

  •  

     

    dffff
Opinião

Opinião

As Obras, o Progresso e a Necessidade de Melhoria: Um Desabafo

25/07/2024

Opinião

DE CABEÇA ERGUIDA

24/07/2024

Opinião

HOMENAGENS E HOMENAGEADOS

24/07/2024

Opinião

Os problemas da Inteligência Artificial

23/07/2024