Por
Gazeta Paços de Ferreira

25/06/2023, 0:00 h

524

“CARLOS COSTA – ESCULTURA 40+3”

Cultura ESCULTURA

Na Casa da Cultura de Paredes

Inauguração no dia 8 de julho, pelas 17 h e patente ao público até dia 26 de julho de 2023.,

A Exposição Individual "CARLOS COSTA – ESCULTURA 40+3”, do escultor freamundense Carlos Costa,será inaugurada na Casa da Cultura de Paredes, no próximo dia 8 de julho, pelas 17Hh00,estará patente ao público até dia 26 de julho de 2023 e conta com o apoio da Câmara Municipal de Paredes

 

Carlos Costa pretendia que esta exposição, composta por 23 esculturas, fosse apresentada em 2020 (ano comemorativo dos seus 40 anos de exposições), mas pandemia impediu que tal acontecesse, pelo que só agora é inaugurada. Em consequência, passou a designar-se "40+3" e será dedicada aos Poetas.

 

 

Assim, os títulos de todas as obras expostas serão versos e as “Memórias Descritivas” serão os poemas dos Poetas, alguns deles feitos para o efeito.

 

Para eternizar o acontecimento irá estar exposto o relevo em bronze ao Poeta Luís de Camões, a partir do de gesso patinado (20x12x4cm), que o escultor fez, em julho de 1980, (apenas com 14 anos), parecido com o que tinha feito para a “Exposição Comemorativa dos 400 anos da morte de Camões”, em junho de 1980, na Escola Secundária de Paços de Ferreira.

 

 

A apresentação da exposição será feita pela Porf.ª/Poetisa Donzília Martins que irá declamar alguns poemas ao som da música da Prof.ª Fátima Neto.

 

ASSINE GAZETA DE PAÇOS DE FERREIRA

 

Carlos Costa irá partilhar com os assistentes à inauguração a seleção da sua escultura “Diálogo à Aldeia” feita em madeira e bronze (50x50x50 cm), na “7 Bienal Internacional de Arte de Espinho”, que será inaugurada no dia 1 de julho, pelas 17 h, nas galerias Amadeo de Souza-Cardoso do Museu Municipal de Espinho (antiga Fábrica de Conservas de Brandão, Gomes & C.ª – 1894/1985) e encerrará no dia 30 de setembro de 2023.

 

 

 

Opinião

Opinião

“Dar mais vida às coisas para dar mais vida à vida”

13/06/2024

Opinião

A ‘REPARAÇÃO’ ÀS EX-COLÓNIAS

12/06/2024

Opinião

REPARAR EM VEZ DE SUBSTITUIR PARA UM RADIOSO DEVIR

11/06/2024

Opinião

PORTUGAL NA VANGUARDA DA MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

9/06/2024