Por
Gazeta Paços de Ferreira

21/01/2023, 0:00 h

220

II DISTRITAL | RAIMONDA - FRAZÃO, 3-3

Desporto Futebol

MUITOS GOLOS E EMOÇÃO


Jogo na Raimunda
 Árbitro Rui Oliveira
 Raimonda Pataco, Mendes, Ricardo, Rafa, André, Jorge, Flávio, Amândio, Vinícius, Kaka e Pereira.
Suplentes Sandro, Macedo, Eddie, e Zézé.
Treinador João Barbosa
Frazão Ângelo, João Campos, Rui Flávio, Ricardo Barros, Samuel, Diogo Antonio, Basílio, Berto, Ricardo Ribeiro, Vitor Bouça,e Maia
Suplentes Pacheco, Hugo Ferreira, Rafael, Joel, José Fernando, Raul e Luís Miguel

Treinador Igor Maias
Ao intervalo 2-0
Marcadores Kaka (5'), Flávio (12' e 99', Rafael (49), Raul (54) e Joel (58').


Este jogo caracterizou-se por um constante sobressalto. Na primeira parte, o Raimonda dominou por completo e iniciou este seu domínio logo aos cinco minutos com a marcação do golo de Kaka, a que se seguiu o golo de Flávio aos 12 .

Assim, em escassos sete minutos, o Raimonda colocou-se numa vantagem substancial e, daí por diante foi um total domínio, mas com um absoluto desacerto dos seus avançados, nomeadamente de Flávio e Pereira, que falharam golos "cantados", por exemplo,  aos 13',14', 30', 34 e 39´.

 Neste período, o Frazão apenas deu um ar da sua graça por Raul, que desperdiçou uma excelente oportunidade para marcar.

O intervalo veio trazer alterações profundas e radicais, dando a volta completamente ao jogo.

Na verdade, este segundo período é dominado, quase por inteiro, pelo Frazão, que, em escassos nove minutos dá a volta ao resultado passando, a vencer por 2-3.

O primeiro golo é marcado por Rafael aos 48', o segundo por Raul aos 54' e o terceiro por Joel aos 58'

O Frazão mostra-se empolgado com esta fantástica reviravolta, enquanto o Raimonda passa por um largo período de desorientação, tendo-lhe valido que os avançados do Frazão também passaram a perdulários, falhando algumas soeranas oportunidades para aumentar a vantagem, sendo a mais "vistosa" aos 64' .

Entretanto, o Raimonda foi "despertando" , mas  Zézé, aos 75', e Macedo (que se lesionou no lance), aos 82', não conseguiram marcar. 

Mas o melhor estava ainda para vir.

Aos 99', com o jogo mesmo a "suspirar", Flávio, com um pontapé fabuloso (correspondeu a um cruzamento, rematando, rematando com o pé - que "tinha mais à mão" e que nem é o seu melhor, sem deixar a bola cair no chão),emempatava a partida.

O empate traduz a igualdade das equipas nas suas virtudes e fraquezas - eficazes( momentâneamente) e perdulárias.

Destacaram-se: Flávio no Raimonda e o "velho" Samuel no Frazão.

A equipa de arbitragem realizou um bom trabalho.

ASSINE GAZETA DE PAÇOS DE FERREIRA

EDIÇÃO DIGITAL – 10,00

 

 

Opinião

Opinião

O sindicalismo policial e o direito à greve

19/05/2024

Opinião

CXXV – A Lei sobre Política Criminal (x)

19/05/2024

Opinião

A História do Terreno do SC Freamunde

18/05/2024

Opinião

“Já se pode tomar um fôlego, padre Martins”

18/05/2024