Por
Gazeta Paços de Ferreira

04/02/2021, 13:31 h

124

ENDOMETRIOSE

Manuela Santos

O Endométrio é a camada mais interna do útero.

Todos os meses essa camada, por acção das hormonas, cresce na expectativa de que um embrião  se fixe nela  e possa transformar-se num bébé.

Mas quando não existe a formação de um embrião, o endométrio desagrega-se e ocorre a menstruação. E todos os meses o ciclo se repete.

Endometriose acontece quando  fragmentos (pequenos ou grandes) do tecido endometrial, surgem em outras partes do corpo tais como trompas, ovários, paredes do intestino, bexiga, etc.

A partir daí, sempre que a camada interna do útero( endométrio ) cresce sob acção das hormonas, também o endométrio que entretanto migrou para outros locais vai crescendo e espessando provocando dores fortes, hemorragias por vezes abundantes, problemas intestinais, urinários,etc. Pode inclusivamente causar infertilidade.

É uma doença bastante incapacitante, que afecta cerca de 10% das mulheres e cujo diagnóstico é feito normalmente entre os 25 e 35 anos.

O tratamento medicamentoso nem sempre é eficaz e por vezes torna-se necessária uma histerectomia e anexetomia (remoção cirúrgica do útero e ovários).

Para a medicina tradicional chinesa a endometriose tem como origem alterações da energia do rim, figado e sangue. Há também uma forte componente emocional por detrás desta patologia: normalmente mulheres que sofrem de endometriose são perfeccionistas, cismadas e ansiosas.

A acupuntura e fitoterapia desempenham um excelente papel no alívio da dor e diminuição da inflamação. Com tempo, tonificando a energia e o sangue, o próprio organismo vai reabsorvendo o tecido endometrial que se encontra fora do útero.

A Medicina tradicional chinesa não cura a endometriose mas é excelente no controle da mesma com consequente melhoria da qualidade de vida das mulheres afectadas por esta patologia.

Manuela Santos

Especialista de Medicina Tradicional Chinesa

Licenciada em Enfermagem

Assine e divulgue Gazeta de Paços de Ferreira

Assinatura anual 20,00

Com acesso gratuito à  edição electrónica

Opinião

Opinião

As Obras, o Progresso e a Necessidade de Melhoria: Um Desabafo

25/07/2024

Opinião

DE CABEÇA ERGUIDA

24/07/2024

Opinião

HOMENAGENS E HOMENAGEADOS

24/07/2024

Opinião

Os problemas da Inteligência Artificial

23/07/2024