Trabalho de Casa

OPINIÃO

0
22

George Dantzig foi um brilhante matemático que no último século deu grandes contributos para as áreas da engenharia industrial, computação, economia e estatística. A história que o tornou famoso, contem aspectos quase lendários e deu-se em 1939 quando ele era estudante de doutoramento na universidade de Berkeley. No início do ano lectivo, Dantzig chegou tarde à aula de estatística do Professor Jerzy Neyman, e não tendo escutado a introdução da aula limitou-se a copiar dois exercícios que estavam no quadro, assumindo-os desde logo que seria trabalhos de casa. Dantzig verificou que estes exercícios eram mais difíceis que o habitual, mas alguns dias depois conseguiu resolve-los, e apressadamente os entregou pensando que os estava a entregar fora de prazo. Na entrega dos exercícios, o atarefado professor Neyman pediu apenas para colocar juntos duns papéis e não tomou atenção ao que Dantzig estava a entregar e às desculpas que deu sobre o atraso da entrega.
Seis semanas depois, numa manhã de domingo, Dantzig foi visitado por um excitado professor Neyman com os seus trabalhos na mão dizendo que tinha uma publicação a colocar no jornal de matemática. Os exercícios mais difíceis que o habitual, nunca foram um trabalho de casa, pois estes eram somente dois exercícios de estatísticas que não tinham solução até à data! George Dantzig resolvera dois mistérios da estatística, sem dar conta de tal feito. Mais tarde por sugestão de Neyman, acabaria por fazer a sua tese de doutoramento com base nestes dois exercícios.
Hoje o mundo vive em sobressalto em busca de respostas a problemas ainda sem solução. A pandemia transformou a nossa realidade, mas a todos nós cabe a missão de resolver todas as vicissitudes por ela geradas. É uma espécie de ‘trabalho de casa’ que cada um tem. A vacina para contra este vírus será a panaceia deste início de século, mas enquanto esse achado não aparece resta-nos reinventar, aligeirar e tornar mais cómoda a realidade. Em 1887, enquanto via o seu o filho andando de bicicleta, John Dunlop inventou o pneu moderno para que o seu pequeno ciclista pudesse brincar com mais comodidade. Este ano perante circunstâncias pouco comodas, a comissão das Sebastianas de Freamunde de 2020 reinventou uma festa para todos. A pandemia cancelou as festividades, mas não cancelou a astúcia!
O dia 13 de julho de 2020 ficará para a história da região como o dia do espectáculo pirotécnico comunitário. A habitual sessão de fogo foi substituída por numerosos lançamentos de pequenos artefactos pirotécnicos, que iluminaram e alegraram toda a cidade. Com imaginação e cumprindo as normas de saúde pública, a festa fez-se e apesar de cada um estar em sua casa, no céu os foguetes fizeram com que todos estivessem juntos, infringindo sob a protecção do Mártir São Sebastião uma alegre e pesada derrota neste vírus, que tantas tristezas nos trouxe e que tanto nos afastou! Quando o trabalho de casa é bem feito, tudo termina em festa!

Ricardo Jorge Neto

Assine Gazeta de Paços de Ferreira

Assinatura anual 20,00.

Com a oferta do acesso à edição electrónica, em reestruturação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here