ELOGIO MERECIDO À REPÚBLICA POPULAR DA CHINA

OPINIÃO POLÍTICA - CRISTIANO RIBEIRO

0
233

Elogio merecido à República Popular da China

Pode parecer algo insólito. Pode ser até politicamente incorrecto. Mas julgo ser necessário e justo fazê-lo.
A República Popular da China tem agido de forma muito responsável e positiva no surto do chamado “coronovírus” surgido em dezembro na região chinesa de Wuhan. Muitos já o reconheceram, implícita ou explicitamente, tal como fez a Organização Mundial de Saúde.
O país tornou-se exemplar por muitos motivos. Saliento a capacidade de liderança e compromisso político verificado ao mais alto nível do governo chinês, a transparência total e os esforços feitos para identificar, investigar e delimitar a disseminação do surto.
Sublinho como pontos significativos a transmissão da sequência genética colocando os outros países na primeira linha da investigação e desenvolvimento de tecnologias de diagnóstico do vírus para se poderem defender.
É também impressionante a determinação de mobilizar extraordinários recursos em tempo útil para conter o surto e tratar os infetados. A medicina e outros sectores variados de especialidade estão dando boa prova, de humanidade e eficácia. A construção urgente de hospitais constitui uma prova impressionante de capacidade de resposta do governo chinês. O recente desenvolvimento económico e tecnológico chinês foi posto ao serviço do País e da comunidade internacional. Sem reservas ou condições.
Há na altura em que escrevo mais de 800 mortes e 37 mil infetados diagnosticados. É uma realidade impressionante. Estamos perante uma emergência e uma provável pandemia a nível mundial. As radicais medidas de quarentena no epicentro do surto não deixam de ser perturbadoras numa perspectiva global. Há uma margem de incerteza ainda pouco tranquilizadora. Mas julgo necessário reforçar a ideia de que muitos de grandioso se está fazendo. E ainda bem.
Surgiram infelizmente sinais de racismo anti-chinês e de arrogância neocolonial. A China foi apresentado como berço da tirania e do arbítrio. Alguns países só se preocupam com os seus nacionais. Há quem só se preocupe com patentes médicas e nos rendimentos associados. Quando milhões sofrem e se sacrificam, há alguns idiotas que julgam poder obter ganhos momentâneos.
Alguns não perdoam à China uma via de desenvolvimento próprio, um presente de acordo com uma História Milenar, um País unido com dois sistemas, um Partido Comunista liderante. Contra a corrente, a minha solidariedade e elogio. CR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here